Teste de Software e Utilidades…

Quando o Setor de Qualidade muda de Local…

Posted in Teste de Software by jppercy on 08/11/2010

Atualmente estou em uma grande transição na empresa. O local da Homologação está sendo transferido para outro estado, saindo de perto da equipe de desenvolvimento. No que tudo indica, há de ser uma boa estratégia a fim de suprir a mão-de-obra escassa (em termos de lógica de programação e conhecimentos dos produtos) dentro da empresa.  Nesse contexto, os fatos relevantes até o momento são:

– A transição é lenta, e isso influencia no trabalho e na alocação de tarefa de cada membro;

– Num período de 4 – 6 meses sua equipe fica comprometida, pois membros da sua equipe precisam ir ao novo local para treinar/explicar o funcionamento básico/padrão do atual ciclo de testes;

– O tempo para homologação é acrescido demasiadamente devido a essa falta de integrantes;

– A manutenção no código em testes automatizados é reduzida drasticamente, ocasionado pela falta de mão-de-obra interna.

Nesses quatro meses que sucedem o início da transição vejo como faz diferença uma equipe de QA junto ao desenvolvimento. A resposta para qualquer pergunta vem de forma fácil e rápida. Não é preciso acessar nenhum meio de comunicação, no aguardo de uma resposta.

Esse, em minha opinião, é o principal ponto a ser observado. Tudo o que a equipe de desenvolvimento planeja fazer ou está fazendo é acompanhado pela equipe de QA e isso se deve ao fato das Reuniões de Pé (ao início de cada dia de trabalho, informando o que foi feito no dia anterior e o que será feito durante o dia, apontando as dificuldades encontradas e as devidas soluções) e Planejamento (reuniões quinzenais (iterações), planejando todas as tarefas que serão realizadas por cada colaborador).

E ainda nesse ponto, acredito que a Equipe de QA perto do Desenvolvimento ainda se beneficie do uso do Release Notes (Notas de Versão), que nem sempre vem completo e essa comunicação passa a valer e muito para a conclusão de um bom trabalho.

Além destes pontos, existe outro que afeta não só a antiga rotina de testes, mas também a nova rotina de trabalho.

Como eu disse antes, essa mudança veio para suprir mão-de-obra escassa e isso quer dizer que: o trabalho antigo será finalizado e a antiga equipe de testes será responsável por estudar e aprender novas metodologias, certo? Errado. A equipe antiga continuará prestando os mesmos serviços já prestados dobrando a carga (a nova equipe não estará preparada para realizar um teste completo e de qualidade, então é preciso prestar esse suporte), por conta da falta de integrantes e ainda aprendendo sobre as novas práticas. Ou seja, há um desgaste maior, gerando desconforto aos envolvidos.

Estamos seguindo a reta final desta transição e acredito que minha equipe está fazendo um excelente trabalho, se propondo a ajudar e fazendo bem feito como antes. Estou ciente de que ainda teremos muito o que ajudar  até que a transição termine. Nesse tempo, espero que as coisas se ajeitem da melhor forma.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: